Início » Violão Cutway é Bom? Vale a Pena?
Violão Cutway é Bom?

Violão Cutway é Bom? Vale a Pena?

Olá, caro violonista! Hoje, nós vamos analisar se o violão cutway é bom. Aliás, vamos te mostrar muitas curiosidades sobre esta funcionalidade. 

Além disso, vamos ver violões de várias marcas, como Auburn, Michael, Waldman, Strinberg e Giannini. Todas elas são destaque no mercado brasileiro. Então prepare-se para melhorar seus conhecimentos musicais!

Sobre o Cutway

Em primeiro lugar, vale a pena frisar que o Cutway, ou Cutaway, é uma característica do violão. Ou seja, não é uma marca. Mas, afinal, qual é a diferença desta funcionalidade? 

Neste caso, o violão com cutway tem uma parte do corpo que é moldada para melhorar a tocabilidade do instrumentista. Assim, o músico pode alcançar as notas altas com mais facilidade. É um recurso que melhora e amplia a capacidade de expressão do violonista.

Em contrapartida, o violão sem cutway tem o corpo no seu formato normal, o famoso 8. Existe uma diferença de timbre sutil, que só os músicos mais treinados percebem. No entanto, perde-se em tocabilidade. 

Como saber se o violão cutway é bom?

Neste caso, precisamos considerar duas situações. A primeira é a marca, a segunda é o tipo do instrumento. Elas podem revelar se o violão cutway é bom. 

Sobre a marca, você pode pesquisar no Google,  no Youtube e no portal Reclame Aqui. Faça perguntas sobre a qualidade dos produtos, as avaliações e a opinião dos clientes. Em pouco tempo você descobrirá qual violão vale o investimento. 

Agora, no segundo caso, devemos considerar os tipos de violões como o Clássico, Folk, Jumbo, dentre outros. Cada um tem uma característica que define, inclusive, os estilos musicais. Escolha de acordo com a linha musical que você quer seguir. 

1. Violão Acústico Cutway – Auburn Music

Violão Acústico Cutway - Auburn Music

✅ Acústico

🚫 Frágil

✅ Leve

✅ Bom para iniciantes 

O violão acústico cutway da Auburn é um instrumento de entrada. Por isso, ele pode atender os músicos iniciantes, mas não é indicado aos profissionais. No entanto, tem o encordoamento de aço, o que pode dificultar a montagem dos primeiros acordes. 

É um violão acústico e vem como uma bag de proteção. O acabamento é em verniz de cor preta. Tanto o tampo, como o fundo e as laterais foram construídos em Plywood. Já o braço e a escala foram em Birch. 

Tem, aproximadamente, 1,5 Kg e 19 trastes. Lembrando que o cutway facilita a tocabilidade, principalmente para as notas mais agudas. O violão da Auburn é uma ótima opção para os principiantes. 

Ficha técnica:

  • Tipo Acústico 
  • Tarraxas Niqueladas
  • Corpo: Plywood
  • Acabamento em Verniz preto 
  • Encordoamento: Aço
  • 19 trastes 
  • Acompanha Bag de proteção

2. Violão VMF361 Elétrico Folk Cutway – Michael

Violão VMF361 Elétrico Folk Cutway - Michael

✅ Eletroacústico

🚫 Captação deixa a desejar 

✅ Ótimo timbre 

✅ Bom para iniciantes e intermediários 

Agora, vamos conhecer o violão VMF361 elétrico folk cutway, da Michal. É um tipo diferente do modelo anterior. Tem o corpo um pouco maior e é eletroacústico

Por ser do tipo folk, ele tem o encordoamento de aço e um braço mais fino. Também tem captadores, um equalizador de três bandas e um afinador cromático. Basta plugar numa caixa de som para fazer a festa!

O corpo foi construído em madeira Linden, já a escala e o cavalete foram em Walnut Wood. Vem com um escudo do tipo gota, também conhecido como drop style. O violão folk cutway da Michael é ótimo, seja para iniciantes ou profissionais. 

Ficha técnica:

  • Tipo Folk Eletroacústico
  • Tarraxas Blindadas
  • Corpo: Linden
  • Equalizador  
  • Encordoamento: Aço
  • Afinador
  • Acompanha Bag de proteção

3. Violão Eletroacústico Cutway – Waldman

Violão Eletroacústico Cutway - Waldman

✅ Eletroacústico

🚫 Captação deixa a desejar 

✅ Ótimo timbre 

✅ Bom para iniciantes

🚫 Frágil 

O terceiro violão que vamos te mostrar é o Eletroacústico Cutway da Waldman. É do tipo clássico e tem o encordoamento de nylon. Tais cordas são mais fáceis de tocar. 

Por isso, o violão Waldman é uma ótima opção para iniciantes. Além do mais, pode ser conectado a uma caixa de som através de um cabo p10. Vem com um equalizador para ajustar o som. 

As tarraxas são niqueladas e o acabamento é em verniz preto. Não acompanha capa nem afinador. Mesmo assim, o violão Waldman é bom para quem quer começar a tocar. 

Ficha técnica:

  • Tipo Clássico Eletroacústico
  • Tarraxas Niqueladas
  • Corpo: Linden
  • Equalizador  
  • Encordoamento: Nylon
  • Afinador
  • Acabamento em verniz preto

Alternativas para o violão cutway

Os três violões que você acabou de conhecer são do tipo cutway. Eles podem atender músicos amadores e profissionais. Mas não são os únicos modelos disponíveis.

A seguir, vamos te mostrar dois violões, o da Strinberg e o da Giannini. Um é do tipo cutway, mas o outro não. Conheça as características de cada um. 

1. Violão SD200C Mgs Folk – Strinberg

Violão SD200C Mgs Folk - Strinberg

✅ Eletroacústico

🚫 Mais caro da lista 

✅ Ótimo timbre 

✅ Melhor violão folk da lista 

A Strinberg é uma marca que o mercado respeita. Não é à toa que decidimos te mostrar o violão SD200C Cutway da fabricante. É um instrumento resistente, bonito e produz um ótimo timbre. 

Por ser um violão folk, ele tem encordoamento de aço e um braço mais fino, próximo ao da guitarra. Os captadores são os melhores da nossa lista. Além disso, vem com um afinador, equalizador e efeito phase. 

Pode atender os músicos iniciantes, intermediários e profissionais. O instrumento é ótimo e tem um preço justo. O violão eletroacústico cutway da Strinberg é o melhor folk da nossa lista.  

Ficha técnica:

  • Tipo Folk Eletroacústico
  • Tarraxas Blindadas
  • Corpo: Mogno
  • Equalizador  
  • Encordoamento: Aço 
  • Afinador
  • Acabamento em verniz fosco

2. Violão Acústico Nylon N-14N – Giannini

Violão Acústico Nylon N-14N - Giannini

✅ Acústico 

🚫 Frágil 

✅ Ótimo timbre 

✅ Otima tocabilidade

Por fim, o violão acústico N-14N, da Giannini. O único sem cutway da nossa lista. É do tipo clássico, projetado para atender os estudantes. 

Nesse sentido, é um violão leve e fácil de tocar. O timbre é suave, tendo em vista as cordas de nylon. Além disso, pode atender os músicos profissionais. 

O tampo, as laterais e o fundo foram construídos em madeira Linden, comum nos instrumentos de entrada. O acabamento em verniz brilhante deixa o instrumento mais reluzente. O violão N-14 da Giannini é ideal para quem quer começar a tocar música clássica. 

Ficha técnica:

  • Tipo Clássico Acústico
  • Tarraxas Niqueladas
  • Corpo: Linden
  • Sem Cutway  
  • Encordoamento: Nylon 
  • Acabamento em verniz brilhante 

Conclusão: O violão cutway é bom ou não?

Para encerrar, concluímos que o violão cutway vale a pena. No entanto, você precisa conhecer as particularidades dessa funcionalidade. Afinal, alguns músicos preferem o instrumento normal. 

Por fim, te mostrarmos que o violão cutway é bom. Mas vimos que isso depende da marca. Apesar de não ser cutway, o N-14 da Giannini também é um ótimo instrumento. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.