Início » Os 6 Melhores Violões até 1500 Reais em 2022

Os 6 Melhores Violões até 1500 Reais em 2022

Fala, violonista! Quais os melhores violões até 1500 reais da atualidade? Se essa é a sua dúvida, você está no lugar certo. Hoje, vamos responder a essa pergunta e ainda fornecer muitas informações interessantes para quem está em busca de um novo instrumento. 

Nesse contexto, nossa equipe selecionou seis modelos que se destacam no mercado, analisando os prós e contras de cada um. Além disso, preparamos um pequeno guia que vai te ajudar a decidir qual o melhor violão para você.

Então, chega de delongas, vamos ao conteúdo!

Melhores violões até 1500 reais para comprar online

Em seguida, você pode conferir o nosso quadro comparativo com alguns dos melhores violões até 1500 reais para comprar online. Note que destacamos uma qualidade de cada exemplar. Assim, você já tem uma ideia do que vem pela frente. 

1. Violão Nylon CX40 II – Yamaha

Violão Nylon CX40 II – Yamaha

✅ Cordas de nylon 

✅ Marca renomada 

✅ Com captação 

🚫 Poucos botões de regulagem 



Não é novidade que a Yamaha está entre as principais marcas de violões do planeta. Assim, nada melhor do que ter uma opção da empresa para iniciar o nosso artigo de hoje.  

Com cordas de nylon, o modelo apresenta tampo de spruce, laterais e fundo de meranti, escala de rosewood e braço de nato. Cromadas com botões brancos, as tarraxas seguram bem a afinação, enquanto a camada de verniz dá um acabamento brilhante às madeiras. 

Falando da qualidade geral, esse é um instrumento confortável e com timbre convincente, delicado e macio. Além disso, conta com captação para facilitar apresentações ao vivo. No entanto, o pré-amplificador não tem muitos recursos de ajuste, somente botões de ganho e tonalidade.  

Resumindo, esse é um instrumento confiável, capaz de atender tanto músicos iniciantes quanto intermediários por longos anos. 

2. Violão Aço VM925DT – Michael

Violão Aço VM925DT – Michael

✅ Belo visual  

✅ Som encorpado 

✅ Com captador 

🚫 Ausência de cutway 



À primeira vista, esse violão já causa uma ótima impressão, uma vez que o acabamento apresenta detalhes muito interessantes. Ao mesmo tempo, com a mescla de características clássicas e modernas, esse modelo da Michael consegue agradar aos mais variados gostos.  

Por ter formato folk e cordas de aço, o som é equilibrado e cai bem para muitos estilos, incluindo pop, rock, blues, worship e fingerstyle.  Nesse contexto, o instrumento tem corpo de mogno, tampo de spruce e escala de blackwood.  

Incluindo marcações da escala em madrepérola e um estiloso escudo, o exemplar tem captador piezo com equalizador de quatro bandas. Ah, ainda tem afinador embutido e saídas P10 e XLR, o que contribui para que ele figure entre os melhores violões eletroacústicos até 1500 reais, Porém, se você gosta de solar nos últimos trastes, note que o design não tem cutway. 

3. Violão Aço SD200C TOS – Strinberg

Violão Aço SD200C TOS - Strinberg

✅ Visual diferenciado 

✅ Com captação 

✅ Bom custo-benefício 

🚫 Tampo laminado 



Outro violão folk como opção para você. Desta vez, o instrumento é fabricado pela Strinberg, possuindo interessante custo-benefício.

Primeiramente, o que chama a atenção nesse produto é o visual rústico, que orna muito bem com as marcações diferentes da escala.

Com corpo todo de sapele e escala de technical wood, o violão tem tarraxas blindadas e sistema de captação. Dessa forma, o pré-amplificador trabalha com quatro botões de equalização e afinador embutido no sistema.

O modelo tem um timbre satisfatório, seja de forma acústica ou elétrica, conferindo boa definição à execução do músico, além de um volume adequado para grande parte das situações. O conforto do braço é outro ponto interessante.    

Porém, por não ter tampo sólido, o som não é dos mais encorpados – mas nada que chegue a incomodar iniciantes e intermediários.  

4. Violão Nylon Brasil NLS CEDR – Giannini

Violão Nylon Brasil NLS CEDR - Giannini

✅ Cordas de nylon

✅ Belo custo-benefício

✅ Produção nacional

✅ Tampo maciço

🚫 Som elétrico não é dos mais naturais




Esse violão de nylon é fabricado pela tradicional empresa Giannini com madeiras e mão de obra brasileiras. Muito legal, né?

Nesse sentido, o instrumento conta com tampo sólido de marupá, sendo que as laterais e o fundo são de cedro laminado. Por sua vez, a escala é de pau-ferro, enquanto o braço é feito de cedro. O corpo ainda tem cutway, recurso que simplifica a tocabilidade nas últimas casas, além de tarraxas blindadas e captador com equalização de três bandas, mais afinador. 

O grande trunfo do modelo está no tampo sólido, que amplia a projeção e a ressonância geral. Assim, a essência macia e delicada das cordas de nylon ganham força extra. Porém, no modo elétrico, o timbre não é tão natural.  

5. Violão Aço California EQ – Tagima

Violão Aço California EQ - Tagima

✅ Formato medium jumbo

✅ Cordas de aço

✅ Braço confortável

🚫 Som elétrico anasalado



A Tagima é outra marca nacional de muito renome quando o assunto são instrumentos de bom custo-benefício.

Dessa forma, esse violão de aço não foge à regra. Possui formato medium jumbo, utilizando as seguintes madeiras: tampo de spruce, laterais e fundo de sapele, braço de okoume e escala de technical wood. O sistema de captação conta com equalizador de quatro bandas, e as tarraxas são douradas com botões pretos. 

A espessura desse violão é considerável, o que resulta em um timbre completo e encorpado. O braço tem um shape confortável, enquanto o acabamento não deixa a desejar. Ao ser plugado, porém, o violão tem um sinal mais anasalado. Isso é comum aos captadores do tipo piezo, mas pode não agradar a algumas pessoas.

6. Violão Aço F310 – Yamaha

Violão Aço F310 - Yamaha

✅ Som equilibrado 

✅ Formato folk 

✅ Escala mais curta 

🚫 Não possui captação 



Para fechar as análises deste artigo, mais um violão da Yamaha, agora com encordoamento de aço

Ao observar as especificações do modelo no site do fabricante, podemos notar que o instrumento tem escala mais curta do que o padrão, ampliando o conforto para iniciantes ou pessoas com mãos pequenas. 

Assim, possui tampo laminado de spruce, corpo de meranti e braço de nato com escala de rosewood. O acabamento é básico, enquanto a sonoridade é bem clara e destacada. No entanto, o violão não apresenta captação.  

Para que serve o violão até 1500 reais?

No mercado atual, um violão na faixa de preço citada é indicado para iniciantes e intermediários. Ou seja, com 1500 reais é possível comprar um bom instrumento, que conta com timbre agradável, pegada confortável e afinação estável, além de um visual interessante.

Assim, os produtos costumam oferecer materiais de qualidade mediana para boa – é possível garimpar modelos até com tampo sólido, apesar de não serem muito comuns nesse valor. Essa característica incrementa o timbre do instrumento, aumentando a ressonância e o corpo sonoro, ok?

Além disso, com o orçamento de R$ 1.500, há muitas opções de violões eletroacústicos. Em outras palavras, exemplares com sistema de captação que podem ser usados para apresentações ao vivo ou gravações em linha de forma muito prática. 

Enfim, embora não seja um instrumento de alto nível, um violão nessa faixa de preço costuma ter boa qualidade de construção. Assim, ele é capaz de acompanhar o músico por vários anos. 

Como escolher o melhor violão até 1500 reais

Tipo

Se você só toca em casa ou em rodinhas de amigos, um violão acústico dá conta do recado. No entanto, para os músicos que pretendem fazer shows ou gravações em linha, os instrumentos eletroacústicos são os mais recomendados, pois têm captador e podem ser ligados diretamente a equipamentos externos.  

Cordas

As cordas de nylon caem bem para MPB, bossa nova e música erudita, pois apresentam sonoridade delicada para dedilhados e levadas com os dedos. Além disso, são macias ao toque. Por outro lado, o encordoamento de aço tem a tendência de ser mais duro, com um som metálico que casa muito bem com ritmos palhetados de pop, rock, blues e worship. 

Material

As madeiras são a alma de um violão. Dessa maneira, as sólidas são superiores às laminadas, pois entregam mais ressonância e corpo sonoro. Porém, esse tipo de construção tem custo bem elevado.

De qualquer maneira, algumas das melhores madeiras para violão são koa, sapele, spruce, mogno, nato, rosewood, maple e linden. Portanto, se um modelo tiver esses materiais, já é um bom sinal de qualidade. 

Tarraxas

Ninguém quer ter um violão que desafina a todo momento, certo? Por isso, as tarraxas são importantes. Via de regra, os dispositivos totalmente blindados são melhores do que os que têm o mecanismo exposto. Resultado disso, não ocorre a entrada de sujeira e pó, prolongando a durabilidade do material. 

Acabamento

Há dois principais tipos de acabamento em violões: com verniz brilhante e verniz fosco. O primeiro, como sugere o nome, traz um destaque maior às madeiras, com um efeito quase reflexivo. Assim, ele gera um visual mais requintado, mas provoca maior atrito em contato com as mãos. Já o verniz fosco tem um efeito rústico, com uma pegada mais natural, que faz as mãos deslizarem facilmente. 

Perguntas frequentes

Qual o violão com melhor custo-benefício?

Existem várias empresas que produzem violões com bom custo-benefício. Nesse contexto, algumas delas tiveram instrumentos analisados aqui neste artigo, a saber: Michael, Yamaha, Tagima, Strinberg e Giannini.

Qual o melhor violão para se comprar?

Tudo depende do orçamento que você tem disponível. Afinal, ficar sonhando com um instrumento impossível de obter não é saudável, certo? Então, faça uma pesquisa de mercado e compare as características técnicas dos modelos para escolher o melhor exemplar dentro das suas possibilidades financeiras. 

Como saber se o violão é bom?

Se um violão tem som agradável, boa tocabilidade e afinação estável, ele já pode ser considerado um bom instrumento, independentemente da faixa de preço. Por isso, é muito importante selecionar marcas com boa reputação e, se possível, testar os instrumentos pessoalmente. 

Qual a marca de violão mais cara?

Ao redor do mundo, há artesãos que produzem instrumentos com alto valor de mercado, feitos manualmente com materiais extremamente selecionados. No entanto, se considerarmos apenas as grandes marcas de violão, algumas das mais caras são Taylor, Gibson e Martin. 

Qual a diferença entre violão com cordas de nylon e de aço?

As cordas de nylon caem bem para MPB, bossa nova e música erudita, pois apresentam sonoridade delicada para dedilhados e levadas com os dedos. Além disso, são macias ao toque. Por outro lado, o encordoamento de aço tem a tendência de ser mais duro, com um som metálico que casa muito bem com ritmos palhetados de pop, rock, blues e worship. 

Conclusão: qual o melhor violão até 1500 reais

E aí, já decidiu qual o melhor violão até 1500 reais para você? Com as opções acima, você tem tudo para acertar em cheio em sua escolha. Basta refletir sobre a sua preferência e necessidade, comparando as características técnicas dos modelos com atenção.

Desse modo, aqui vai um pequeno resumo das informações de hoje. Bom, se você prefere o som macio e delicado das cordas de nylon, recomendamos duas opções: Yamaha CX40 II e Giannini Brasil NLS CEDR. Ambos são muito bem construídos e apresentam sistema de captação. Portanto, estão entre os melhores violões de nylon até 1500 reais.

Por outro lado, se você faz parte do time que curte mais as cordas de aço, relembre os modelos que indicamos hoje: Michael VM925DT, Strinberg SD200C TOS, Tagima California EQ e Yamaha Aço F310. Todos eles estão entre os melhores violões de aço até 1500 reais, então a escolha fica a seu critério, ok?

Aqui, encerramos o artigo de hoje. Esperamos que você tenha curtido essa jornada com a gente! Fique ligado, porque em breve publicaremos mais textos similares por aqui. Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.