Início » Ukulele Shelby é Bom? Vale a Pena?
ukulele shelby é bom

Ukulele Shelby é Bom? Vale a Pena?

Em primeiro lugar, vamos ressaltar que, nos dias de hoje, é necessário pesquisar antes de adquirir qualquer produto. E a Internet é uma ótima aliada para conseguir as informações. Para te ajudar, vamos analisar se o Ukulele Shelby é bom e se realmente vale a pena.

Nesse sentido, o Ukulele adquiriu popularidade em pouquíssimo tempo. O instrumento foi apresentado aos havaianos pelos portugueses. Desde então ele faz parte das canções alegres e caiçaras. 

Sobre a Shelby

A saber, a Shelby é uma verdadeira incógnita. A princípio, é difícil encontrar informações relevantes sobre a marca, inclusive na Internet. No entanto, você pode encontrar alguns reviews na rede. 

Ademais, a Shelby produz violões e ukuleles. Seus produtos são vendidos em marketplaces conhecidos, como Amazon e Mercado Livre. Você também pode encontrar os instrumentos da marca em outros sites. 

Por fim, vamos relembrar que a empresa é um mistério. Porém, ela pode fornecer instrumentos de entrada. Há, também, os profissionais que escolhem os ukuleles e violões da fabricante. 

Como saber se o Ukulele Shelby é bom?

Primeiro, você precisa pesquisar muito, ainda mais quando se trata de uma fabricante tão misteriosa. Dessa forma, o Google e o Youtube são ótimos aliados para conseguir informações. Assim, vale lembrar que as duas plataformas são os motores de busca mais acessados pelos usuários. 

Mesmo assim, há pouquíssimas informações sobre a Shelby. Para piorar, há outras empresas homônimas. No entanto, o Youtube disponibiliza alguns reviews sobre os ukuleles da fabricante. 

Para melhorar o conhecimento do consumidor, a plataforma Reclame Aqui reuniu as avaliações negativas das empresas. Entretanto, não é possível encontrar informações sobre a Shelby. Dessa forma, é importante pesquisar bem para encontrar dados relevantes. 

1. Ukulele Elétrico Soprano Su21me – Shelby

Ukulele Elétrico Soprano Su21me - Shelby

Prós

Contras

✅ Indicado para músicos iniciantes

🚫 Frágil

✅ Soprano

✅ Elétrico 

🚫 Captação deixa a desejar 

Para início de conversa, vale lembrar que o Ukulele Soprano é um dos menores da categoria. Geralmente, ele tem menos trastes, mas não é o caso do modelo da Shelby. Assim, o instrumento conta com 15 trastes, aumentando as possibilidades do instrumentista. 

O Ukulele Shelby é elétrico, ou seja, possui um captador capaz de transmitir as ondas sonoras. É do tamanho 21, um pouco menor que o Concert. As tarraxas são blindadas e conferem mais estabilidade na afinação. 

Além disso, o corpo é construído em Mogno, enquanto a escala e o cavalete são em Jacarandá. Vem com o afinador embutido e tem um preço abaixo da média. Por tais motivos, o Ukulele Shelby é uma ótima opção aos músicos iniciantes. 

Ficha técnica:

  • Soprano
  • 15 trastes
  • Tarraxas blindadas 
  • Corpo em TeakWood
  • Escala e cavalete em Jacarandá
  • Afinador e captação 
  • ‎30 x 20 x 15 cm; 3 Kg

2. Ukulele Concert Su23t Natural Fosco Teakwood – Shelby

Ukulele Concert Su23t Natural Fosco Teakwood - Shelby

Prós

Contras

✅ Instrumento de entrada

🚫 Frágil

✅ Concert

✅ 18 trastes

🚫 Cordas deixam a desejar

Agora, vamos analisar o Ukulele Concert da Shelby. Diferente do modelo anterior, é um instrumento acústico e não possui captadores. É do tamanho 23, típico desta categoria. 

O Ukulele Concert da Shelby vem com 18 trastes, é um dos mais extensos. Por tal motivo, ele amplia o espectro sonoro do instrumento e dá mais possibilidades ao ukulelista. As tarraxas são blindadas e garantem uma boa estabilidade na afinação

Sobre o material, seu corpo é construído em TeakWood. Já o cavalete e as escalas utilizam a madeira Rosewood. Dessa forma, o Ukulele Concert da Shelby é um bom instrumento de entrada. 

Ficha técnica:

  • Concert
  • 18 trastes
  • tarraxas blindadas 
  • Corpo em TeakWood
  • Escala e cavalete em Rosewood
  • Acústico 
  • ‎3‎6 x 35 x 15 cm; 2 Kg

Alternativas para Ukulele Shelby

Apesar das características e qualidades dos Ukuleles da Shelby, há modelos equivalentes no mercado. Ademais, os instrumentos da fabricante são da linha de entrada. Assim, vamos analisar outros tipos do mesmo produto. 

Dessa forma, o primeiro Ukulele que vamos analisar é o Soprano da PHX. Já o segundo é o Concert da Malibu. São instrumentos fabricados por marcas que têm mais autoridade que a Shelby. 

1. Ukulele Soprano – PHX

Ukulele Soprano - PHX

Prós

Contras

✅ Bom custo benefício 

🚫 12 trastes

✅ Acompanha capa

✅ Soprano 

🚫 Cordas deixam a desejar

A PHX é uma fabricante conhecida do músico brasileiro. Ela produz ótimos instrumentos de entrada. E com o Ukulele Soprano não é diferente. 

Este modelo conta com somente 12 trastes, é o menor da nossa análise. As tarraxas são niqueladas, sendo menos resistentes que as blindadas. É o tipo acústico, ou seja, a fonte de projeção sonora vem da caixa de ressonância. 

Por fim, é um instrumento construído em Mogno. Acompanha uma bag para proteção. O Ukulele PHX é ótimo para iniciantes e ainda pode surpreender os profissionais. 

Ficha técnica:

  • Soprano
  • 12 trastes
  • Tarraxas niqueladas
  • Corpo em Mogno
  • Acompanha capa
  • Acústico 
  • ‎10 x 24 x 59 cm; 800 g

2. Ukulele Concert Natural Abacaxi – Malibu

Ukulele Concert Natural Abacaxi - Malibu

Prós

Contras

✅ Formato Abacaxi

🚫 Mais caro da lista

✅ Acompanha capa

✅ Concert

Por fim, vamos analisar um modelo diferente dos demais. O Ukulele Concert Abacaxi da Malibu tem um formato familiar e lembra a fruta que o nomeia. Por isso, tem um timbre um pouco mais encorpado e maior projeção sonora

Ademais, é um instrumento com 18 trastes, um dos maiores da categoria. Seu tamanho é 23, típico do Ukulele Concert. É do tipo acústico e acompanha uma bag. 

Ademais, o corpo foi construído em Sapele, o braço em Okoumé e, por fim, a escala e o cavalete tem BlackWood. É o melhor da nossa lista, mas também é o mais caro. O Ukulele Concert Abacaxi da Malibu é um ótimo instrumento para quem quer inovar com este timbre. 

Ficha técnica:

  • Concert 
  • 18 trastes
  • Forma Abacaxi
  • Corpo e tampo em Sapele
  • Braço em Okoumé
  • Escala e cavalete em BlackWood 
  • ‎9 x 65 x 24 cm; 830 g

Conclusão: O Ukulele Shelby é bom ou não?

Em conclusão, o Ukulele Shelby não é um instrumento de referência. Pode ser útil aos músicos iniciantes, mas não se presta aos profissionais. Como se não bastasse, há pouquíssimas informações sobre a marca. 

Em contrapartida, o modelo da PHX é uma ótima opção ao músico iniciante, inclusive por causa do seu tamanho. Já o Malibu é o melhor da lista e seu timbre pode surpreender os músicos mais experientes. Dessa forma, o Ukulele Shelby é bom somente como um instrumento de entrada, fora isso não vale a pena. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.