Início » Os 8 Melhores Encordoamentos para Baixo em 2022

Os 8 Melhores Encordoamentos para Baixo em 2022

Olá, amante dos graves! Seu baixo está com um timbre apagado e sem vida? Então saiba que chegou a hora de trocar as cordas do instrumento. Nesse sentido, trazemos aqui uma seleção com os melhores encordoamentos para baixo disponíveis no mercado. 

Não importa se o modelo tem 4 ou 5 cordas ou se você não possui muito dinheiro. Temos a certeza de que um desses produtos cairá como uma luva para a sua realidade, renovando a sonoridade do seu instrumento e proporcionando melhor pegada. 

Aqui, fizemos uma análise das características de cada encordoamento, destacando os prós e contras de cada um. Além disso, explicamos com detalhes tudo o que você precisa saber antes de comprar novas cordas para o seu baixo. Vamos ao que interessa! 

Melhores encordoamentos para baixo do mercado

Antes de mais nada, veja abaixo a nossa lista com os melhores encordoamentos para baixo à venda na internet. Note que pontuamos a principal qualidade de cada exemplar para facilitar a comparação. 

1. Corda para Baixo XL ProSteels EPS170 – D’Addario

Prós

Contras

✅ Marca renomada

🚫 -

✅ Som articulado

Começamos nossa lista com uma das melhores marcas de cordas para baixo, a D’Addario. Indicado para instrumentos de 4 cordas de escala longa, esse encordoamento é feito de aço, tem o calibre .045 e apresenta enrolamento do tipo Roundwound. 

Oferece ataque preciso e timbre extra brilhante, mas que pode incomodar um pouco os baixistas que curtem um som mais redondo. Os graves são bem presentes e articulados, com equilíbrio de volume entre todas as cordas. A versatilidade sonora é um dos pontos altos, se saindo bem nos mais variados estilos musicais. Além disso, possui tensão média e resistência satisfatória à corrosão. 

Trata-se de um dos melhores encordoamentos para baixo de quatro cordas, com construção confiável e preço médio. 

2. Corda para Baixo NYXL 4 Cordas – D’Addario

Prós

Contras

✅ Marca renomada

🚫 Graves não são muito profundos

✅ Confortável     

O diferencial da linha NYXL é o núcleo hexagonal de aço e alta concentração de carbono, que traz às cordas os seguintes benefícios: volume elevado, grande resistência e afinação estável. 

Com 4 cordas para instrumentos de escala longa, esse jogo tem o calibre .040, que possui uma tensão extremamente confortável. Os graves são bem presentes, apesar de não serem muito profundos. O encordoamento ainda entrega bons agudos, com um punch bem interessante. 

O preço de mercado é médio, sendo uma das melhores opções de compra para quem tem um baixo de 4 cordas e busca tocabilidade macia e som expressivo. 

3. Corda para Baixo Regular Slinky P02836 5 Cordas – Ernie Ball

Prós

Contras

✅ Boa construção

🚫 Preço elevado

✅ Entonação de qualidade

Não poderia faltar em nossa seleção um produto da Ernie Ball, uma das marcas mais populares do mundo quando o assunto é cordas para baixo. 

Pois bem, logo de cara notamos que esse encordoamento é para instrumentos de 5 cordas de escala longa, fato que contribui para o preço elevado. Possui enrolamento do tipo Roundwound e calibre .045, que garante o som versátil e a tocabilidade interessante. 

Tem ainda um timbre balanceado, puxando um pouco mais para os agudos, com positiva resistência à corrosão e boa entonação. 

4. Corda para Baixo Medium Extra – Elixir Nanoweb

Prós

Contras

✅ Ótima durabilidade

🚫 Requer alto investimento

✅ Timbre rico

A Elixir, embora seja uma fabricante de cordas não tão tradicional quanto as anteriores, tem se destacado em função da qualidade de seus produtos. 

O pulo do gato desse encordoamento está na tecnologia Nanoweb, que reveste tanto a superfície das cordas quanto os espaços entre os enrolamentos. Resultado disso é a ótima durabilidade do produto, que é mais resistente à corrosão do que as cordas comuns. 

Possui calibre .045 para instrumentos de 4 cordas com escala longa, além de tensão média e revestimento de níquel. Em relação ao timbre, possui ótimo brilho e riqueza, com graves bem definidos. Trata-se de um dos melhores encordoamentos de baixo, mas exige alto investimento. 

5. Corda para Baixo NYXL 5 Cordas Escala Longa –  D’Addario

Prós

Contras

✅ Marca renomada

🚫 Preço elevado

✅ Afinação estável    

Aqui está mais uma opção de encordoamento da linha NYXL da D’Addario, mas desta vez para instrumentos de 5 cordas com escala longa e calibre .045

A construção garante uma afinação bastante estável, volume significativo e boa durabilidade. A tensão, por sua vez, é média. O encordoamento se destaca pela clareza das notas, com um timbre destacado e articulado, sem contar o belo equilíbrio de frequências. 

Como nem tudo são flores, note que o preço é bastante elevado. 

6. Corda para Baixo SB-45 4 Cordas – Strinberg

Prós

Contras

✅ Baixo preço

🚫 Falta maior riqueza sonora

✅ Timbre agradável         

Você está com o orçamento apertado, mas precisa trocar as cordas do seu baixo o quanto antes? Então olhe com carinho para esse produto. 

Desenvolvido para baixos de 4 cordas com escala longa, esse jogo de cordas tem calibre .045, que é bastante versátil e equilibra bem as questões de timbre e conforto. O som é honesto e agradável, mas não espere grande riqueza sonora. 

Resumindo, esse jogo de cordas cumpre muito bem o papel de renovar o som de um baixo sem precisar gastar muito. Ou seja, é um dos melhores encordoamentos de baixo baratos do mercado. 

7. Corda para Baixo Extra – Light

Prós

Contras

✅ Bom custo-benefício

🚫 Durabilidade não é das maiores

✅ Timbre versátil                 

Se você sempre busca prestigiar a indústria nacional em suas aquisições, aqui está uma bela opção de encordoamento para baixo. 

Esse jogo de 5 cordas tem o calibre .045 e tensão leve, que garante alto conforto sem abrir mão de um bom timbre. Possui construção com núcleo de aço hexagonal estanhado e revestimento de aço niquelado NPS. 

A sonoridade é brilhante e encorpada, se saindo bem em diversos estilos musicais. A durabilidade não é das maiores, mas, mesmo assim, esse é um dos encordoamentos para baixo com melhor custo-benefício. 

8. Corda para Baixo Neon Multi-Color NMCB-45 4 Cordas – DR Strings

Prós

Contras

✅ Visual diferenciado

🚫 Preço puxado

✅ Timbre definido  

Para os músicos que gostam de chamar a atenção no palco, esse encordoamento é um prato cheio. 

Possui cordas coloridas que simplesmente brilham no palco, especialmente sob luz UV preta. O revestimento neon ainda traz durabilidade acentuada. Legal, né? 

Mas o visual não é o único diferencial do produto. Com calibre .045 para baixos de escala longa, o timbre é bastante versátil e definido. A tocabilidade também é satisfatória, com pegada firme, mas sem ser dura demais. O preço, no entanto, é puxado para um encordoamento de 4 cordas. 

Para que serve o encordoamento para baixo?

As cordas são o elemento produtor de som nos contrabaixos. De acordo com a casa apertada na escala do instrumento, a corda vibra em uma frequência específica, gerando uma nota musical. Essa vibração, então, altera o campo magnético projetado pelos ímãs dos captadores, criando uma corrente elétrica que é transmitida aos aparelhos de amplificação. 

Um contrabaixo elétrico normalmente possui de 4 a 6 cordas, que podem ter diferentes calibres, materiais e timbres. Por conta dessa variedade de características, a seguir explicamos os principais aspectos a serem observados antes de comprar um encordoamento para baixo.

Como escolher o melhor encordoamento para baixo

Material

As cordas de baixo são construídas com três principais materiais. Primeiramente, o encordoamento do tipo Stainless Steel conta com núcleo de aço revestido de aço inoxidável. Isso confere um timbre bastante brilhante e limpo, com ótimo volume. Apresenta ainda rigidez acentuada e positiva resistência à oxidação. 

Já as cordas Nickel Plated Steel possuem centro de aço revestido por níquel, oferecendo bom volume e equilíbrio de frequências. A resistência à corrosão e o conforto ao toque são medianos. Trata-se do tipo de cordas de baixo mais comum no mercado.  

Por fim, o encordoamento Pure Nickel, como sugere o nome, tem o núcleo e o revestimento feito de níquel. Essa característica confere menor volume de saída e um timbre mais macio e “quente”, sem brilho acentuado. Em outras palavras, tem uma essência clássica e suave. 

Mais recentemente, alguns fabricantes têm explorado outros materiais para a confecção de cordas de baixo, como o cobalto, que pode apresentar ainda mais clareza e volume do que os três citados anteriormente. No entanto, encordoamentos desse material ainda não se popularizaram entre os baixistas.

Enrolamento das cordas 

As cordas com enrolamento Roundwound são as mais populares e têm como característica o revestimento “enrolado”, que confere um toque áspero e com maior atrito, além de um timbre muito versátil. 

Por sua vez, as cordas com revestimento Flatwound são lisas, reduzindo o atrito com as mãos do músico e entregando um timbre mais redondo e suave. Os modelos Flatwound são as melhores cordas para baixos fretless, ou seja, sem trastes. 

Com o objetivo de serem um meio-termo entre os tipos anteriores, podemos dizer que na prática as cordas Half Round são semilisas, fornecendo um timbre mais quente e toque mais suave do que as Roundwound.

Calibre

O calibre nada mais é do que a indicação da espessura (diâmetro) das cordas. Medidas em polegadas, trata-se de um dos fatores mais importantes das cordas de baixo, podendo afetar diretamente tanto o timbre quanto o conforto do instrumento. 

Popularmente, os calibres são identificados pela espessura da primeira corda. Os calibres mais comuns de encordoamento para baixo são os seguintes: .035, .040, .045 e .050. Quanto maior o número, mais espessa a corda será, elevando a tensão e exigindo mais esforço do músico. Por outro lado, cordas mais grossas possuem um som mais encorpado e “pesado” que encordoamentos de menor calibre, que são mais macios e brilhantes.

Normalmente, os baixos saem de fábrica com encordoamento .045, um dos melhores calibres de cordas de baixo devido ao equilíbrio entre sonoridade e conforto. Atenção: se você quiser alterar o calibre de cordas do seu baixo, será preciso regular o instrumento devido à diferença de tensão.

Comprimento da corda

Antes de comprar cordas para o seu baixo, é preciso saber se o seu instrumento tem escala longa ou curta. O primeiro tipo é disparado o mais comum, pois baixos de escala longa são o padrão normal do instrumento, digamos assim. Possuem tensão elevada e ênfase nas frequências médias e agudas, por isso as cordas devem ser “Long Scale”. 

Já se o seu baixo tem escala curta, ou seja, um braço de tamanho reduzido, opte por cordas “Short Scale”. Dessa forma, a menor tensão e os harmônicos graves específicos desse tipo de baixo serão preservados e evidenciados.  

Perguntas frequentes

Qual a melhor marca de cordas para baixo?

Existem muitas marcas que fabricam boas cordas de baixo, mas podemos dizer que as principais são Ernie Ball, D’Addario, Elixir, Rotosound e DR Strings. Essas são as melhores marcas de encordoamento para baixo do mundo.

Qual corda colocar no baixo?

O tipo de corda mais comum para contrabaixo elétrico é a Roundwound, de escala longa, feita de Nickel Plated Steel. Em relação ao calibre, o jogo .045 é bastante versátil. Se você está em dúvida, siga essa receita para comprar as suas cordas de baixo.

Qual calibre de cordas usar no baixo?

O encordoamento .045 é um dos calibres mais populares entre os baixistas, pois apresenta excelente equilíbrio entre timbre e tocabilidade. Tem um som encorpado e com bom brilho, ao mesmo tempo em que não é muito duro ou mole.

Qual a diferença entre cordas .040 ou .045?

Via de regra, quanto maior o calibre, mais graves e maior tensão terá o encordoamento. Ou seja, o timbre será mais encorpado, porém as cordas exigirão mais força das mãos do músico.

Como colocar as cordas no baixo?

Primeiramente, afrouxe e retire as cordas velhas. Em seguida, passe as cordas novas pela ponte, esticando-as até as tarraxas. Enrole as cordas nos pinos específicos no sentido da afinação das tarraxas, tomando o cuidado de não dar muitas voltas. Aperte um pouco as tarraxas e se assegure de que as cordas passaram pela abertura do nut e pelos abaixadores. Por fim, estique as cordas e faça a afinação até que elas se estabilizem.

Quando se deve trocar as cordas de baixo?

Quando as cordas perderem o brilho sonoro ou apresentarem ferrugem e oxidação, chegou a hora de trocá-las. Dependendo dos cuidados, da frequência de uso e do material, um encordoamento para baixo pode durar de 3 a 12 meses.

Como deixar as cordas do baixo mais macias?

Uma boa regulagem é imprescindível para que as cordas do baixo fiquem macias ao toque, sem trastejamento. Se você não tem conhecimento técnico para fazer a regulagem sozinho, procure um profissional especializado, denominado luthier.

Conclusão: qual o melhor encordoamento para baixo

E aí, curtiu este conteúdo especial sobre os melhores encordoamentos para baixo à venda na internet? Temos a certeza de que, munido dessas informações, você irá fazer uma compra certeira, sem arrependimento. 

Recapitulando: para os baixistas que buscam um encordoamento versátil e de boa construção, recomendamos os seguintes produtos: D‘Addario XL ProSteels EPS170 .045-.100 4 Cordas, D’Addario NYXL4095 .040-.095 4 Cordas, Ernie Ball Regular Slinky P02836 .045-.130 5 Cordas e D’Addario NYXL 45125 .045-.125 5 Cordas. Tanto Ernie Ball quanto D’Addario estão entre as melhores marcas de cordas de baixo do planeta. 

Já para quem busca a maior durabilidade possível, a Elixir produz encordoamentos com a tecnologia Nanoweb, que protege as cordas por muito mais tempo, como é o caso do jogo Elixir Nanoweb Medium Extra 14087 .045-.105 4 Cordas. Com esse produto, você pode ficar sossegado quanto à vida útil das cordas. 

Visual diferenciado é a sua praia? Então olhe com carinho para o encordoamento DR Strings Neon Multi-Color NMCB-45 045-.105, que traz cordas coloridas que brilham no palco e, de quebra, contam com ótima sonoridade. 

Por fim, se você realmente não tem muito dinheiro para trocar as cordas do seu baixo, fique tranquilo. O encordoamento Strinberg SB-45 045-.105 e SG .045-.130 possui preço baixo e timbre bastante honesto, estando entre as melhores opções de compra para a realidade brasileira. 

É isso, amante dos graves! Hoje, ficamos por aqui. Nos vemos em breve, ok? Um abraço e bons sons!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.