Início » Os 5 Melhores Violões Strinberg em 2022

Os 5 Melhores Violões Strinberg em 2022

Olá, amante das cordas! Se você está em busca de um violão com bom custo-benefício, este é o artigo certo a ser lido. Aqui, selecionamos os melhores violões Strinberg à venda na internet atualmente.

Nesse sentido, você vai conferir uma análise das características gerais dos cinco modelos listados, assim como os prós e contras de cada um. Além disso, também explicamos de forma detalhada os principais aspectos a serem observados antes de comprar um novo instrumento.

E aí, preparado para aprender muito sobre violões? Então vamos ao que interessa!

Melhores violões Strinberg para comprar online

Antes de mais nada, dê uma olhada na nossa tabela comparativa com os melhores violões Strinberg do mercado. Note que pontuamos a principal qualidade de cada exemplar para facilitar a comparação inicial. 

1. Violão Strinberg Folk SD200C

Prós

Contras

✅ Visual diferenciado

✅ Com captação

🚫 Tampo laminado


✅ Bom custo-benefício

Não tem como errar com um violão folk, por isso já abrimos a nossa lista com um instrumento desse tipo. Logo de cara, é possível notar que o acabamento desse produto é bastante diferenciado. A cor tabaco tem uma tonalidade rústica que orna com as marcações estilizadas do braço, gerando um visual muito especial.

Esse violão é eletroacústico e conta com encordoamento de aço. Apresenta corpo e tampo de sapele, escala de technical wood e tarraxas blindadas, que não sofrem com a entrada de sujeira. Para completar, o exemplar tem um pré-amplificador com captação piezo, que possui equalização de quatro bandas, afinador, volume, phase e notch. Dessa forma, fornece sons bem destacados para shows e gravações em linha. 

É importante deixar claro que o som acústico do instrumento também é satisfatório, com boa projeção sonora e equilíbrio de frequências. A pegada, por sua vez, é confortável. Seria perfeito se tivesse tampo sólido, mas, considerando o bom preço, não podemos reclamar.

2. Violão Strinberg SF200C MGS

Prós

Contras

✅ Confortável

✅ Com captação

🚫 Som não é dos mais cheios


✅ Acabamento natural

Esse violão eletroacústico com cordas de aço possui o corpo flat, ou seja, mais fino do que o padrão. Isso aumenta consideravelmente o conforto do instrumento, mas, ao mesmo tempo, limita os graves. Ou seja, o som é menos encorpado do que o de um violão de corpo mais espesso, mas conta com agudos bem projetados.

Possui corpo inteiro de sapele com acabamento natural fosco, escala de technical wood, tarraxas cromadas e pré-amplificador com equalização de três bandas, afinador, controle de volume e botão phase.

Em relação aos concorrentes de mercado, o preço do instrumento é justo. 

3. Violão Strinberg Folk LE30C NS 

Prós

Contras

✅ Bom custo-benefício

✅ Som agradável

🚫 Ausência de escudo

✅ Com captação

Mais um violão folk da Strinberg com custo-benefício bem interessante. 

O instrumento possui visual clean bastante sóbrio, em acabamento fosco. As madeiras utilizadas são: agathis no corpo, spruce no tampo, nato no braço e blackwood na escala e no cavalete. O pré-amplificador fornece equalização de três bandas com afinador embutido, além de controle de volume e botão phase. 

Esse modelo apresenta boa pegada e um timbre agradável. Outro aspecto que pesa positivamente são as tarraxas blindadas. O único detalhe que pode incomodar algumas pessoas é a ausência de escudo, componente que tem o objetivo de proteger o instrumento de riscos de palheta.

4. Violão Strinberg Mini Folk SR200 MGS

Prós

Contras

✅ Tamanho reduzido

✅ Fácil transporte

🚫 Projeção sonora limitada

✅ Com captação

Aqui está um violão mini folk. Ou seja, esse é um instrumento de tamanho reduzido, também conhecido como baby. Tem como grande qualidade a facilidade de transporte, ideal para o músico que gosta de levar o instrumento a vários lugares.

Com acabamento fosco, possui cordas de aço, corpo e tampo de sapele, escala de blackwood e braço de nato. A escala tem 20 trastes, enquanto as tarraxas são blindadas. O som acústico é bonito, mas não tem a mesma projeção sonora do que um violão de porte maior.

O timbre elétrico é de boa qualidade, podendo ser facilmente ajustado por meio das quatro bandas de equalização, sem contar o afinador embutido e os recursos de phase e notch. O preço de mercado é médio.

5. Violão Strinberg Classico FS3C

Prós

Contras

✅ Cordas de nylon

✅ Timbre delicado

🚫 Tampo laminado

✅ Com captação

Não poderia faltar uma opção de violão com cordas de nylon em nossa lista, certo?

Esse exemplar tem formato clássico com acabamento natural fosco. Apresenta braço de nato, corpo todo de sapele, cavalete de rosewood e escala de technical wood com 19 trastes. As tarraxas são douradas.

Conta com captação piezo, que pode ser ajustada por meio dos controles de volume, grave, médio, agudo e presença. O pré também possui afinador integrado, botões phase e notch. O som é bastante macio e delicado, caindo muito bem para peças eruditas, MPB e samba, por exemplo.

Se tivesse tampo sólido, seria um belo incremento ao violão, mas não podemos exigir tal característica para instrumentos dessa faixa de preço. 

O que é um violão Strinberg?

Classificado como um instrumento acústico de cordas, o violão tem como antepassados o alaúde árabe e a cítara romana. Em sua versão mais comum, possui um corpo de ressonância e um braço separado em casas. O violão é um instrumento bastante popular, pois é fácil de aprender, tem ótima portabilidade e um som bastante característico.  

Centenas de marcas ao redor do mundo têm violões em seus catálogos de instrumentos. Uma delas é a Strinberg, fundada em 1993 com o objetivo de criar produtos originais que mesclam a musicalidade brasileira com a conhecida qualidade norte-americana.

Com instrumentos atualmente feitos na China, a marca se destaca no mercado nacional pelos produtos de ótimo custo-benefício, com som agradável, bom acabamento e preço justo. No Brasil, a responsável pela importação dos instrumentos Strinberg é a empresa Sonotec. 

Como escolher o melhor violão Strinberg

Tipos de violão

Há dois principais tipos de violão, os acústicos e os eletroacústicos. Os violões acústicos são aqueles que não possuem captador, emitindo apenas o som natural da caixa de ressonância. Ou seja, não podem ser conectados a caixas de som externas. Esse tipo de violão é indicado para quem não faz apresentações ao vivo. 

Já os violões eletroacústicos, popularmente chamados apenas de “elétricos”, são iguais aos acústicos, mas possuem sistema de captação. Dessa forma, são recomendados tanto para quem toca em casa quanto para quem se apresenta ao vivo. Normalmente, são mais caros do que os acústicos. 

Modelos

Clássico

Esse modelo tem o corpo em um formato que lembra o número 8. Geralmente, vem equipado com cordas de nylon, que têm como característica o timbre macio e delicado. Popular entre os iniciantes, cai muito bem para sonoridades como MPB, bossa nova, samba e erudito. 

Folk

Um dos formatos mais comuns de violão, o folk apresenta cordas de aço com um corpo de bom tamanho, que gera um timbre projetado e bem equilibrado. Também chamado de dreadnought, é amplamente utilizado em estilos como sertanejo, pop, rock, country e blues. 

Jumbo

O jumbo é ainda maior que o folk, oferecendo graves profundos e volume elevado. Com cordas de aço, é indicado para pop, rock e blues, por exemplo. 

Flat 

Um violão flat tem o corpo fino mais fino do que o padrão. Por isso, seu som acústico é menos poderoso, sendo mais indicado para quem toca em linha. Dependendo do modelo, pode apresentar cordas de aço ou nylon. 

Baby 

Violões com tamanho reduzido são cada vez mais comuns no mercado. Dessa forma, são leves, confortáveis e portáteis, com timbre bem agradável, apesar da projeção sonora limitada.  

Auditorium e Orchestra

Esses dois shapes de violão são bem parecidos, com contornos arredondados e cordas de aço. O timbre é bem focado nos médios, destacando-se facilmente entre outros instrumentos. 

Cordas

As cordas de nylon possuem uma pegada macia, com tensão baixa, além de um timbre doce e suave. Normalmente, são tocadas com os dedos, casando muito bem com músicas de bossa nova, MPB e erudito, como já citamos anteriormente. 

Por outro lado, as cordas de aço apresentam maior tensão, sendo mais “duras” ao toque. Têm um timbre brilhante e metálico, que funciona muito bem tanto com a utilização de palhetas quanto dos próprios dedos. Os encordoamentos de aço são muito populares no rock, blues e sertanejo. 

Recursos de ajustes sonoros

Quando um instrumento apresenta captação do tipo piezo, que é o mais comum, é importante analisar os recursos presentes no pré-amplificador. Geralmente, o sistema conta com um equalizador que varia de duas a cinco faixas de frequência. 

Além disso, também pode apresentar recursos de filtragem e redução de ruídos, como os botões contour, notch e phase, sem contar o afinador embutido. Nesse quesito, quanto mais controles disponíveis, mais o músico terá liberdade e opções de regulagem ao vivo ou em gravações em linha.  

Perguntas frequentes

Qual é a melhor marca de violão?

Taylor, Martin, Yamaha, Gibson e Takamine são algumas das melhores e mais tradicionais fabricantes de violão do planeta. Geralmente, os instrumentos dessas marcas possuem alta qualidade e valor elevado, sendo recomendados para músicos intermediários e avançados. 

Qual a origem do violão Strinberg?

Fundada em 1993 com o objetivo de criar produtos originais que mesclam a musicalidade brasileira com a conhecida qualidade norte-americana, a Strinberg se destaca no mercado nacional pelos instrumentos de ótimo custo-benefício, com som agradável, bom acabamento e preço justo. 

Quem fabrica a Strinberg?

A marca Strinberg é internacional e surgiu no ano de 1993. Atualmente, os instrumentos da companhia são fabricados na China. Aqui no Brasil, a responsável pela importação e distribuição dos produtos Strinberg é a empresa Sonotec. 

Qual corda vem no violão Strinberg?

Normalmente, os violões com cordas de aço da Strinberg vêm com encordoamento .011 produzido pela própria marca. No entanto, isso pode variar de acordo com a época de fabricação e o modelo do produto. 

Qual a melhor corda para violão Strinberg?

O melhor encordoamento para violão Strinberg depende diretamente do gosto do músico. Se você privilegia o conforto, pode optar pelos calibres .009 ou .010. Já se o timbre é o mais importante, dê preferência para cordas .011 ou .012. Importante: ao mudar o calibre de cordas de seu violão, é importante fazer uma nova regulagem geral. 

Qual é a melhor marca de violão para iniciantes?

Muitas marcas produzem violões de bom custo-benefício, como Strinberg, Tagima, Giannini, Crafter, Memphis, Hofma, Michael e Walden, entre outras. Todas elas possuem modelos de vários tipos, formatos e configurações. 

Violão Strinberg é bom?

Os violões Strinberg se destacam pela boa qualidade aliada ao preço justo. Em outras palavras, a Strinberg é uma das melhores marcas de violão em custo-benefício presentes no mercado nacional. 

Conclusão: qual o melhor violão Strinberg

E aí, curtiu a nossa seleção dos melhores violões Strinberg disponíveis no mercado atualmente? Temos plena convicção de que, abastecido por essas informações, você agora tem totais condições de fazer uma boa aquisição.

Resumindo o que vimos hoje, se você gosta dos violões folk, recomendamos os seguintes modelos: Strinberg Folk SD200C e Strinberg Folk LE30C NS. Ambos têm timbre equilibrado e belo visual, estando entre os melhores violões em custo-benefício da Strinberg.

Já se você privilegia o conforto, olhe com carinho para os violões Strinberg SF200C MGS, que é flat, e Strinberg Mini Folk SR200 MGS, que tem tamanho reduzido. Os dois são ótimas opções de compra. 

Por fim, se você curte o som delicado das cordas de nylon, o violão Strinberg Clássico FS3C é altamente recomendado. É bonito, com timbre agradável e ainda possui sistema de captação.

É isso, amante das cordas. Por hoje, ficamos por aqui. Muito obrigado pela sua presença, ok? Grande abraço, bons sons e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.