Início » Violão Memphis é Bom? Vale a Pena?
Violão Memphis é bom? Vale a Pena?

Violão Memphis é Bom? Vale a Pena?

Fala, futuro mestre do violão! Tudo certo por aí? Olha só, se você está em busca de um novo instrumento e gostaria de confirmar se o violão Memphis é bom, saiba que aqui daremos todas as respostas de que você precisa.

Nesse sentido, reunimos informações valiosas que ajudarão na sua escolha, incluindo uma breve história da Memphis, a análise de alguns violões da marca e a sugestão de alternativas de outras empresas, tudo para que você tenha totais condições de acertar na compra.

Então, chega de delongas, bora ao que interessa!

Sobre a Memphis

Antes de tudo, vamos conhecer um pouco mais sobre a Memphis? Muita gente não entende a relação dela com a Tagima, então aqui vamos explicar direitinho. Anote aí!

A Memphis nada mais é do que uma linha de instrumentos específica que pertence à empresa nacional Tagima. Ou seja, na prática, a Memphis seria uma espécie de submarca da Tagima, contando com uma estratégia de mercado diferenciada.

Fabricando instrumentos de baixo custo, a Memphis tem o objetivo de oferecer produtos de entrada para iniciantes, sempre com qualidade satisfatória para esse mercado de atuação. Em outras palavras, se você quer um instrumento com o DNA da Tagima, porém mais acessível, a Memphis é a linha certa para você. 

Como saber se o Violão Memphis é bom?

Antes de comprar um violão, é preciso atentar para alguns detalhes. Tenha em mente que, qualquer que seja a marca ou a faixa de preço, um instrumento de cordas deve apresentar afinação estável, construção confortável e bom timbre. Caso algum desses aspectos esteja comprometido, é mais adequado buscar outra opção, combinado?

Considerando que o violão apresenta as três qualidades básicas acima, o resto das características vai depender da necessidade de cada músico. Por exemplo, as cordas de nylon têm um timbre mais suave e delicado do que as de aço, que são mais brilhantes e metálicas. Ao mesmo tempo, um sistema de captação só é necessário para quem vai fazer shows. 

Viu como não há melhor ou pior, apenas atributos diferentes? Por isso, é muito importante que você reflita antes da compra. Responda às seguintes perguntas: como vou usar o instrumento? Quais estilos musicais quero tocar? Pretendo ficar com ele durante muito tempo? Uma vez que você tenha esses pontos claros em sua mente, ficará mais fácil analisar as especificações dos produtos.

Outra recomendação para confirmar se o violão Tagima Memphis é bom é pesquisar a opinião de outros usuários sobre a marca. Você sabia que a Amazon publica a opinião dos clientes e gera uma avaliação para cada produto? Pois é, muito legal! Então, sempre cheque esse campo. Já o site Reclame Aqui pode revelar problemas comuns com os produtos, fica a dica. 

Em uma breve pesquisa, notamos que alguns clientes relatam casos de produtos da Memphis que chegaram quebrados ou com rachaduras. Isso pode ser um problema de transporte, mas é sempre bom ter atenção, ok? Ao comprar pela internet, use o período de garantia a seu favor, realizando todos os testes possíveis com o instrumento. 

Em seguida, trazemos a análise de alguns violões da Memphis. Acompanhe!

1. Violão Memphis AC-39 Natural – Tagima

Violão Memphis AC-39 Natural - Tagima  

Prós

Contras

✅ Interessante custo-benefício 

🚫 Volume não é dos mais altos

✅ Bom acabamento

Iniciamos a nossa análise com um modelo de violão clássico com belo custo-benefício, que cai muito bem para quem está aprendendo as primeiras notas.

Com cordas de nylon, o instrumento tem braço, laterais, fundo e tampo de linden, madeira que garante um timbre equilibrado. Apresenta ainda escala de rosewood com 20 trastes e tarraxas douradas. 

Apenas acústico, o violão possui um visual limpo, com acabamento satisfatório, além de uma pegada confortável. O som é suave e delicado, porém o volume final não é dos mais altos. 

Resumindo, o violão Memphis AC-39 é bom para iniciantes. Na Amazon, o produto tem nota máxima, ou seja, 5 de 5. 

Ficha técnica:

  • Tipo: Acústico
  • Cordas: Nylon
  • Tampo: Linden
  • Laterais e fundo: Linden
  • Braço: Linden 
  • Escala: Rosewood
  • Cor: Natural

2. Violão Memphis Folk MD-18 – Tagima

Violão Memphis Folk MD-18 - Tagima

Prós

Contras

✅ Formato folk

✅ Timbre acústico equilibrado

✅ Com captação

🚫 Som elétrico anasalado



Se você curte mais o timbre das cordas de aço, esse modelo folk pode ser um belo candidato a seu novo violão. 

O instrumento possui braço e corpo de linden. A escala é feita de technical wood, enquanto as tarraxas são cromadas. O timbre natural do violão é bem equilibrado, com projeção satisfatória. 

Outro ponto positivo do produto é a possibilidade de ligação a caixas externas, já que possui captador com 4 bandas de equalização no pré-amplificador. Ou seja, você pode fazer apresentações com o instrumento, embora o sinal elétrico tenha um som meio anasalado.

Por fim, o produto tem boa relação custo-benefício e apresenta nota 4,6 de 5 no site da Amazon.

Ficha técnica:

  • Tipo: Elétrico
  • Cordas: Aço
  • Tampo: Linden
  • Lateral/Fundo: Linden
  • Braço: Linden
  • Escala: Technical Wood
  • Captação: Piezo
  • Pré: Ativo de 4 bandas
  • Tarraxas: Cromadas 
  • Cor: Natural

3. Violão Memphis AC-34 SB – Tagima

Violão Memphis AC-34 SB - Tagima

Prós

Contras

✅ Preço baixo 

🚫 Timbre limitado

✅ Cor diferenciada

Mais um violão de cordas de nylon da Memphis – afinal, esse tipo de instrumento cai muito bem para iniciantes por ser macio ao toque. Outra vantagem é o baixo preço, então, se você não tem muito dinheiro disponível, aqui está uma boa opção de compra.

Sem captação, o instrumento possui corpo todo de linden, com cavalete e escala de technical wood. A pintura na tonalidade sunburst dá um charme todo especial ao modelo. 

Observando o preço, é possível imaginar que o som desse violão não é dos melhores. Porém, cumpre bem o papel de agradar aos ouvidos menos exigentes. Então, se você está começando a tocar, isso não será um problema.

No site da Amazon, o violão tem nota 4,4 de 5. 

Ficha técnica:

  • Tipo: Acústico
  • Cordas: Nylon
  • Tampo: Linden
  • Laterais e fundo: Linden
  • Escala: Technical Wood
  • Cor: Sunburst

Alternativas para Violão Memphis

Já conseguiu entender se o violão Memphis é bom e para que tipo de músico ele é recomendado? No entanto, antes de tomar a sua decisão, não deixe de conferir as próximas linhas.

Para que a sua pesquisa seja a mais democrática possível, trazemos agora a análise de dois violões de outras marcas, com um preço similar ao dos anteriores. Afinal, ter mais opções nunca é um exagero, certo? Acompanhe!

1. Violão Acústico Nylon N-14N – Giannini

Violão Acústico Nylon N-14N - Giannini

Prós

Contras

✅ Bom para iniciantes

🚫 Construção simples

✅ Baixo preço

Assim como a Tagima, a Giannini é uma das marcas de instrumentos mais tradicionais do país, sendo que o modelo N-14 é bastante popular entre os aprendizes. 

Conforme informações do site oficial da marca, esse violão clássico apresenta encordoamento de nylon, corpo de basswood e escala de sabina maciça. Por sua vez, o braço é feito de okoume. 

O acabamento natural conta com uma camada de verniz brilhante, enquanto as tarraxas são niqueladas e de pino grosso.

A construção desse violão é simples, sem sistema de captação. O instrumento, porém, é leve e confortável, com um som que não compromete o aprendizado. Para fechar, o preço é baixo e a avaliação na Amazon é positiva, com nota 4,4 de 5. 

Ficha técnica:

  • Tipo: Acústico
  • Cordas: Nylon
  • Tampo: Basswood
  • Laterais e fundo: Basswood
  • Braço: Okoume 
  • Escala: Sabina maciça
  • Cor: Natural

2. Violão Nylon Natural AW20 – Winner

Violão Nylon Natural AW20 - Winner

Prós

Contras

✅ Som macio e suave

🚫 Não tem grande projeção

✅ Preço baixo

Esse violão da Winner, marca que fabrica instrumentos de entrada, é uma interessante opção para quem está aprendendo a tocar e não pode gastar muito dinheiro. 

O modelo possui formato clássico e encordoamento de nylon, além de corpo de linden, escala de linden escurecido e braço de nato. As tarraxas são cromadas.

O som é macio e suave, se saindo bem para dedilhados, por exemplo. A projeção sonora e a definição de frequências não são das mais elevadas, no entanto isso já é de se esperar ao observarmos o baixo valor de mercado do produto.

A nota na Amazon é 4,4 de 5. 

Ficha técnica:

  • Tipo: Acústico
  • Cordas: Nylon
  • Tampo: Linden
  • Laterais e fundo: Linden
  • Braço: Nato
  • Escala: Linden escurecido
  • Cor: Natural

Conclusão: O Violão Memphis é bom ou não?

Se você ainda está em dúvida se o violão Memphis é bom, a resposta é sim. A Memphis é uma boa marca para quem está aprendendo a tocar, com preço baixo e qualidade satisfatória. Logicamente, os instrumentos têm sua limitação, mas cumprem o propósito de agradar aos músicos principiantes.

Outras marcas que produzem produtos com proposta similar são Giannini e Winner, também avaliadas aqui neste artigo. Ah, a Memphis e a Giannini têm mais renome no mercado do que a última, ok?

Por fim, chegou a hora de você fazer a sua aquisição! Selecione o modelo de que mais gostou e faça a sua compra agora mesmo. 

Um abraço, futuro mestre do violão. Nos vemos em breve, até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.