Início » Os 6 melhores fones de ouvido em 2022

Os 6 melhores fones de ouvido em 2022

Fala, amante do áudio! Seja para ouvir música, acompanhar podcasts, ver vídeos ou se divertir com games, a verdade é que a busca por bons fones de ouvido está cada vez mais intensa no mercado. Assim, trazemos hoje alguns dos melhores fones de ouvido da atualidade.

Nesse sentido, a nossa equipe selecionou seis modelos de diferentes tipos, analisando as características de cada um e pontuando seus prós e contras. Além disso, também explicamos os principais aspectos a serem observados antes de comprar um fone de ouvido.

Então, após ler este artigo, você estará mais preparado para fazer a sua aquisição. Vamos lá!

Melhores fones de ouvido para comprar online

Em seguida, confira a nossa tabela comparativa com os modelos de fone de ouvido analisados aqui neste artigo. Repare que descrevemos a marca e o modelo dos produtos, adicionando a principal qualidade de cada um para facilitar a sua compreensão inicial. 

1. Fone de ouvido Redmi Airdots – Xiaomi

  • Fone de ouvido Redmi Airdots - Xiaomi
  • Fone de ouvido Redmi Airdots - Xiaomi

Prós

Contras

✅ Modelo consagrado

🚫 Alvo de falsificações

✅ Tonalidade agradável

✅ Sem fio

Começamos a nossa lista com um dos fones mais populares da atualidade. Com conexão bluetooth, esse dispositivo é do tipo TWS (True Wireless Stereo), ou seja, totalmente sem fio, o que aumenta a praticidade no dia a dia.

De formato intra-auricular, o fone evita o vazamento de áudio e também isola de forma eficaz os ruídos externos. Tem um design bastante confortável, que encaixa bem na orelha da maioria das pessoas. Além disso, a conexão apresenta estabilidade e qualidade de sinal.

O produto trabalha com conexão bluetooth 5.0, tem resposta de frequência de 20 a 20.000 Hz e oferece controles rápidos por toques na superfície do aparelho, atendendo a chamadas de áudio. Possui ainda autonomia média de 4 horas, sendo que a base de carregamento pode fornecer mais 12 horas de carga. 

O som do fone é bastante satisfatório, com reforço nos graves e médios equilibrados. Já os agudos são muito bem colocados, com vida, mas sem serem estridentes. Dessa forma, soa bem para a maioria dos estilos musicais, embora o detalhamento não seja dos mais elevados.

Esse é um dos melhores fones de ouvido bluetooth em sua faixa de preço, mas tem o contra de ser alvo de muitas falsificações, às vezes dificultando uma compra segura.

2. Fone de ouvido X3 – Jaybird

  • Fone de ouvido X3 - Jaybird

Prós

Contras

✅ Conexão sem fio

🚫 Preço mais elevado

✅ Bom para atividades físicas

✅ Alta qualidade sonora

Mais um fone bluetooth selecionado por nossa equipe, desta vez um modelo específico para esportistas.

Ele é do tipo intra-auricular, ou seja, possui borrachinhas que se encaixam no canal auditivo. Com isso, elimina os ruídos externos e não permite o vazamento do áudio. O design inclui encurtador de fio e barbatanas curvas que aumentam a firmeza na fixação.

Falando de detalhes técnicos, apresenta resposta de frequência de 20 a 20.000 Hz e autonomia de bateria de cerca de 8 horas. Permite também o atendimento de ligações e tem botões de acesso rápido.

A tonalidade apresenta alta qualidade, sendo possível personalizar o áudio via aplicativo próprio, com equalizações específicas de acordo com o gosto pessoal do ouvinte. O preço do produto, no entanto, é mais caro do que o anterior. 

3. Fone de ouvido Urbeats3 – Beats

  • uvido Urbeats3 - Beats
  • uvido Urbeats3 - Beats

Prós

Contras

✅ Som envolvente

🚫 Preço elevado

✅ Reforço nos graves

✅ Bom acabamento

Outro fone do tipo in-ear em nossa lista, porém, desta vez, com fio. O design é bastante ergonômico, com botões de fácil ajuste, enquanto o acabamento não deixa a desejar.

Apresenta resposta de frequência que vai de 20 a 20.000 Hz. Está disponível com conector Lightning e vem acompanhado de estojo de transporte e borrachas de diferentes tamanhos

O som possui bastante energia e vitalidade, com ênfase principalmente nos graves. É uma tonalidade divertida e envolvente, que agrada a boa parte dos ouvintes, embora esteja longe de ser a mais natural. 

O preço de mercado pode ser considerado alto para a realidade brasileira. 

4. Fone de ouvido EP – Beats

  • Fone de ouvido EP - Beats
  • Fone de ouvido EP - Beats

Prós

Contras

✅ On-ear

🚫 Preço elevado

✅ Resposta sonora expressiva

✅ Conforto personalizado

Do tipo on-ear ou supra-auricular, esse fone tem um arco que liga as duas conchas. Por sua vez, elas ficam posicionadas sobre as orelhas, sem as cobrir totalmente. 

O fone é com fio e possui estrutura de aço inoxidável. Assim, trata-se de um produto leve e durável, além de apresentar sistema de deslizamento vertical para conforto personalizado.  Também conta com botões integrados ao cabo, que permitem atender a ligações ou alterar o volume sonoro.

A tonalidade é de certa forma equilibrada, mas com graves potentes. Possui bom volume final e tem uma resposta expressiva para a maioria dos estilos musicais. No entanto, o preço é bastante puxado. 

5. Fone de ouvido W800BT BK – Edifier

  • Fone de ouvido W800BT BK - Edifier
  • Fone de ouvido W800BT BK - Edifier

Prós

Contras

✅ Bom custo-benefício

🚫 Som poderia ser mais nítido

✅ Over-ear

✅ Sem fio

Esse é um fone bluetooth circumaural, ou seja, um over-ear. Isso quer dizer que o acessório cobre totalmente as orelhas, o que é interessante para não permitir vazamento de áudio e vedar o som externo.

No modo sem fio, possui autonomia de 50 horas, com botões de ajuste de volume acoplados a uma das conchas. Acompanha também um cabo de áudio para continuar a reprodução das músicas caso acabe a bateria. 

É um fone leve, portátil e bem acabado, que tem a seguinte resposta de frequência: 20 a 20.000 Hz. Os alto-falantes produzem graves fortes com agudos expressivos, mas o som geral poderia ser mais nítido, já que apresenta uma certa granulação que pode incomodar ouvidos mais exigentes. 

Por fim, o preço de mercado é justo. 

6. Fone de ouvido WH-1000XM2 – Sony

  • Fone de ouvido WH-1000XM2 - Sony
  • Fone de ouvido WH-1000XM2 - Sony

Prós

Contras

✅ Cancelamento de ruído

🚫 Preço elevado

✅ Som customizável

✅ Sem fio

Para fechar as nossas análises, mais um fone over-ear com conexão bluetooth, agora da renomada marca Sony. 

De acordo com o site do fabricante, a resposta de frequência cobre a faixa de 4 a 40.000 Hz. Além disso, a bateria varia entre 30 e 38 horas de autonomia. Ah, vale mencionar que, dependendo da situação, o usuário pode usar um cabo P2 para dispensar a conexão bluetooth.

O som é bem equilibrado e pode ser customizável via aplicativo próprio, permitindo que o ouvinte faça regulagens de acordo com seu gosto pessoal. A concha direita apresenta superfície sensível ao toque, recurso que possibilita o atendimento a chamadas telefônicas e outras funções de reprodução.

Outro recurso muito bacana é o cancelamento inteligente de ruídos, que também pode ser ajustado via aplicativo. Com essas características, trata-se de um fone de alta qualidade, mas que requer um investimento bastante expressivo. 

Para que serve o fone de ouvido?

No início do século passado, os primeiros fones de ouvido eram usados para funções específicas, como a operação de telefonia e de rádio. No entanto, com o lançamento do Walkman pela Sony em 1979, a música se tornou realmente portátil. Resultado disso, os fones não pararam de evoluir desde então.

O dispositivo tem como principal função permitir que o usuário escute músicas ou outras gravações sonoras com privacidade. Ou seja, sem incomodar as pessoas à sua volta e minimizando a interferência externa também. 

Com o avanço da tecnologia, a democratização da internet e o uso constante de dispositivos móveis, os fones também adotaram outras funções que facilitam o dia a dia, como o atendimento a chamadas de áudio, captando a voz por meio de um microfone embutido no acessório. 

Como escolher o melhor fone de ouvido?

Fone auricular

Também chamado popularmente de earbud, trata-se daquele fone pequeno que se encaixa na orelha, mas que não tem a borrachinha que vai dentro do canal auditivo. Por essa razão, ele não impede que a pessoa ouça o som externo, e o sinal do fone pode vazar um pouco para o ambiente. Mais simples, esse tipo de fone tem qualidade de áudio básica e costuma vir com celulares e tablets, por exemplo. 

Fone intra-auricular

Também conhecido como fone in-ear, ele é parecido com o auricular, mas vem equipado com pequenas borrachas que realmente entram e ficam firmes nas orelhas. Dessa forma, ele se mostra mais eficaz em isolar o som do ambiente, além de não permitir tanto vazamento de áudio. Também apresenta maior quantidade de graves do que o auricular, mas é mais propenso a causar fadiga auditiva se usado por longos períodos. 

Fones supra-auricular

Esse tipo de fone possui um arco que deve ser encaixado na cabeça, enquanto as conchas se apoiam sobre as orelhas, porém sem as cobrir completamente. Chamado de on-ear, apresenta qualidade de áudio elevada, mas não impede o vazamento do áudio e não abafa totalmente os ruídos externos. Esse modelo de fone é mais indicado para a utilização durante longos períodos. 

Fone circumaural

Também conhecido como over-ear ou simplesmente “headphone”, esse tipo é bastante similar ao supra-auricular. No entanto, o fone tem conchas maiores, que cobrem as orelhas totalmente. Conta com alta qualidade sonora e não permite muito vazamento de áudio. Além disso, tem o poder de isolar os ruídos externos com bastante eficácia. Porém, em longas exposições, esse tipo de fone pode causar sensação de calor e abafamento. 

Design

Tenha atenção a esse fator, pois um fone desconfortável pode trazer muitos problemas, incluindo desconforto no ouvido e dor de cabeça. Além do mais, caso o aparelho não tenha um encaixe adequado nas orelhas, poderá ocorrer a queda do acessório.

Para completar, o peso do fone também interfere diretamente nessa questão. Quanto mais leve, melhor – essa é a regra geral. Porém, conforto é uma questão muito pessoal e subjetiva. O importante é não negligenciar esse aspecto, combinado? Todo cuidado é pouco quando falamos de saúde e bem-estar. 

Durabilidade

Os materiais utilizados na construção de um fone de ouvido, mesmo que não afetem diretamente o som, podem comprometer ou ampliar a vida útil do aparelho. Nesse sentido, itens como peças de metal, cabo reforçado e estojo de armazenamento são sempre bem-vindos, porém acabam encarecendo o preço final. 

Outro detalhe a ser ter atenção é a presença de cópias no mercado. Fones de ouvido populares costumam sofrer falsificações, que possuem qualidade bastante inferior. Por isso, é importante escolher com cautela a loja em que será realizada a aquisição. 

Aspectos técnicos

Há alguns detalhes técnicos que costumam ser informados pelos fabricantes de fones de ouvido, mas que não são tão relevantes para a maior parte dos consumidores. No entanto, para que você tenha uma noção do que representam, explicaremos alguns de forma resumida a seguir.

Resposta de frequência

A resposta de frequência, por exemplo, indica a gama de frequências que o fone é capaz de reproduzir. Teoricamente, quanto maior essa amplitude, melhor – considerando que o ouvido humano é capaz de distinguir sons de frequências entre 20 e 20.000 Hz. 

Porém, a comparação entre fones de empresas diferentes é incerta, já que cada uma pode usar um método distinto de aferição. Além do mais, a medida pura e simples pouco indica sobre a real tonalidade do fone de ouvido. 

Isso porque determinadas faixas são realçadas ou atenuadas a fim de que o fone tenha um timbre específico – isso é possível de ser observado nos gráficos com a curva de equalização de cada produto.

Resumindo, não se atenha tanto às frequências mínima e máxima reproduzidas pelo fone. O mais importante é conhecer qual a tonalidade proposta pelo produto (se os graves são realçados, se o timbre em geral é mais neutro etc.)

Sensibilidade

Na prática, a sensibilidade indica a eficiência de o fone transformar o sinal elétrico recebido em um sinal sonoro de fato. Geralmente, é medida em dB SPL/mW (decibéis de nível de pressão sonora por miliwatt).

Esse aspecto não tem interferência direta na qualidade geral de um fone de ouvido, ou seja, é apenas uma característica técnica que, somada à impedância, pode mostrar se um determinado fone de ouvido é mais fácil ou difícil de ser “empurrado”. 

Na prática, abaixo de 95 dB SPL/mW, pode ser necessária a utilização de um amplificador externo junto ao fone de ouvido. Caso ele seja ligado diretamente a um celular ou notebook, por exemplo, o volume final tende a ser muito baixo – lembrando que a impedância também tem participação aqui. 

Impedância

A impedância indica a “resistência” de um fone ao sinal recebido. Em outras palavras, o quão fácil ou difícil será a passagem do sinal pela bobina do alto-falante do fone de ouvido. 

Portanto, quanto maior a impedância, mais difícil é “empurrar” o fone de ouvido, resultando em um volume final menor. A impedância é medida em ohms e costuma variar entre 16 e 600 em fones de ouvido. 

Grande parte dos fones de ouvido do mercado tem 32 ohms de impedância, sendo empurrados facilmente por celulares e notebooks, por exemplo. A partir de 300 ohms, provavelmente será necessário o uso de um amplificador dedicado junto ao fone para que o volume final seja satisfatório. 

Não esqueça que, conforme explicamos anteriormente, a impedância sempre atua em conjunto com a sensibilidade, ok? 

Perguntas frequentes

Qual é a melhor marca de fones de ouvido?

Estão entre as melhores marcas de fones de ouvido do mundo Sennheiser, Beyerdynamic, Focal, Stax, Xiaomi, Grado, Focal, Audeze, AKG, Audio-Technica, JBL, Philips, Sony, Bose, AKG, Jabra, Beats, Stax, Bang and Olufsen, Bowers & Wilkins e Pioneer. 

Quais são os melhores fones sem fio?

Muitas marcas fabricam bons fones de ouvido com conexão bluetooth, de variados modelos e especificações. Seguem alguns destaques: Edifier, Anker, JBL, Philips, Multilaser, Xiaomi, Samsung, Sony, Sennheiser, Bose, i2GO, AKG, Jabra, Apple, Beats e Hyperx.

Qual o melhor fone de ouvido para não prejudicar a audição?

Conforme a opinião de especialistas, os fones do tipo over-ear são os mais recomendados para preservar a audição, assim como outros modelos que apresentam recurso de cancelamento de ruído, pois não exigem que o volume seja muito alto. Por outro lado, os produtos sem cancelamento de ruído e os fones in-ear, estes últimos por ficarem muito próximos ao canal auditivo, são os mais nocivos à saúde de acordo com alguns estudos da área.

Como escolher um bom fone de ouvido?

Antes de adquirir um fone de ouvido sem fio, é preciso definir o tipo preferido: auricular, in-ear, on-ear ou over-ear. Após, defina um orçamento e selecione modelos de marcas renomadas, comparando as especificações e conferindo a opinião de outros usuários.  

O que é TWS?

TWS é a sigla para a expressão True Wireless Stereo, tecnologia de reprodução via sistema bluetooth. Popularmente, um fone TWS é conhecido também como fone bluetooth ou fone sem fio. 

Conclusão: qual o melhor fone de ouvido

E aí, curtiu a seleção feita por nossa equipe de alguns dos melhores fones de ouvido para celular, tablets e outros dispositivos? Caso ainda não tenha se decidido, aqui vai um resumo para você. 

Aos que estão em busca dos melhores fones de ouvido intra-auriculares, recomendamos os seguintes modelos: Xiaomi Redmi Airdots, Jaybird X3 e Beats Urbeats3. Note que os dois primeiros são sem fio, ao contrário do último. 

Já se você gosta dos fones do tipo on-ear, o modelo Beats EP é uma boa opção de compra, que cai bem para a maioria dos estilos musicais, com ênfase nos graves. 

Por último, aos que curtem fones over-ear, analisamos dois modelos sem fio: Edifier W800BT e Sony WH-1000XM2. O primeiro é mais barato, enquanto o segundo tem qualidade de som superior, destacando-se como um melhores fones de ouvido sem fio do mercado. 

É isso! Um abraço, até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.